Menina de 3 anos morre atropelada por jet ski

Reprodução da Internet

O advogado da família do adolescente suspeito de pilotar o jet ski que matou uma menina de 3 anos no sábado, em Bertioga, afirmou que o garoto ligou mas não conduziu a embarcação. Maurimar Bosco Chiasso disse que seu cliente apenas deu a partida e o jet ski foi em direção à praia sem piloto.

O adolescente vai se apresentar à polícia na próxima quinta-feira (23), junto com os familiares e o advogado, segundo a delegacia de Bertioga, onde o caso está sendo investigado. Grazielly Lames, 3 anos, estava na areia da praia de Guaratuba, próxima ao mar, quando foi atingida pelo jet sky, por volta das 18h15 de sábado (18).

Testemunhas afirmam que viram o adolescente de aproximadamente 14 anos conduzindo o jet ski. Ele teria perdido controle da embarcação, que seguiu desgovernado para a praia, atingido a criança.

A mãe da menina, a auxiliar de panificação Cirleide Rodrigues de Lames, de 24 anos, contou não ter escutado barulho, nem ter visto o jet ski se aproximar. Segundo a mãe, após o atropelamento, o adolescente pulou de veículo e deixou o local.

Grazielly foi enterrada na manhã desta segunda-feira (20) na cidade onde morava, Arthur Nogueira, região de Campinas, no interior de São Paulo. O corpo chegou ao velório do cemitério municipal por volta das 20h30 de domingo e foi sepultado às 10h.

Em nota, a Capitania dos Portos de São Paulo informou que foi aberto um inquérito administrativo para investigar as responsabilidades.

Com Agência Estado e Futura Press

LEIA OUTRAS NOTÍCIAS CLICANDO AQUI



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑