Dr. Renam, a lenda – Parte 2

Dr. Renam, a lenda – Parte 2

0 16771

Por Eusébio Dornellas | Itaperuna News (www.itaperunanews.com.br) e Comuniqque (www.comuniqque.com)

Itaperuna, RJ – Quando o Projeto Personalidades, idealizado pelo escritor e jornalista Eusébio Dornellas, resolveu homenagear o médico Renam Catharina Tinoco, o Dr. Renam, com o texto “Dr. Renam, a lenda”, esperava-se uma boa aceitação por parte dos leitores. Na verdade, o texto superou todas as expectativas! Só no Facebook, por exemplo, a história foi compartilhada mais de 2.000 vezes. Comentários, e-mails, curtidas, elogios e pedidos por mais informações surgem todos os dias… Todos querendo conhecer um pouco mais sobre a carreira do brilhante médico.

Com o objetivo de atender aos nossos leitores (de inúmeras regiões do Brasil e até mesmo do exterior), decidimos ampliar nossas homenagens à lenda Renam Catharina Tinoco, ou simplesmente, Dr. Renam.

Como mencionado no primeiro texto, dentre algumas definições apontadas pelo dicionário Aurélio, lenda é o “indivíduo conhecido por muitos e admirado pelos seus feitos, pelo seu talento ou pelo seu desempenho em determinada área”. No futebol, por exemplo, Pelé é sinônimo de lenda, de mito. Quando alguém pronuncia o nome ‘Pelé’, não é preciso dizer mais nada, todos entendem muito bem o significado e a importância. Salvo as devidas proporções, o mesmo acontece com a expressão “Dr. Renam”. Seja em Itaperuna, no Estado do Rio de Janeiro, no Brasil ou no exterior, a área de Medicina conhece muito bem a lenda Dr. Renam.

Então vamos à nossa segunda homenagem…

Como já mencionando no primeiro texto, relatar a vida desse ilustre itaperunense em poucas linhas é algo quase impossível, um livro seria o mais adequado na tentativa de narrar a história desse ilustre personagem, nascido em 05 de março de 1938, em Ourânia (naquela época, pertencente a Itaperuna).

É provável que tamanha dedicação à profissão e aos pacientes, seja reflexo das observações do então menino Renam, junto à mãe, pianista, que ainda na zona rural, preparou membros da comunidade local para cantar. O coral formado por ela se apresentava na capela da localidade e, posteriormente, participou das missas na Matriz São José do Avaí, bem como na Capela do Hospital São José do Avaí.

Já formado, Dr. Renam demonstrava dedicação e rapidamente conquistou a admiração da equipe médica do Hospital São José do Avaí (HSJA), que na década de 1970, possuía uma excelente equipe, dentre os médicos, José Egydio Tinoco Neto, Albino Vieira Brum, Carlos Maurício Primo de Siqueira, Pedro Alberto Vidal Anderson, Luiz Antônio Tinoco, Pedro Ernesto Pinto, João Batista de Paula, Hercy Bastos Novaes, Sebastião Erly Figueira e outros.

Nessa época o HSJA estava passando por uma ampliação, no que diz respeito à estrutura, bem como ampliando o quadro médico, com especialistas em diversas áreas. Em 1973 foi criado o CTI Geral, mesmo com os escassos recursos financeiros do INAMPS e FUNRURAL. Alguns equipamentos foram adquiridos nessa época, especificamente para a realização de cirurgia geral, urológica e neurológica.

Um dado interessante que merece ser destacado é que naquela ocasião, a comunidade se envolvia para ajudar na construção do hospital. Havia promoção de eventos, desfiles, jogos de futebol e outras atividades mais, tudo com o intuito de arrecadar recursos em prol do hospital. Também existiam fazendeiros que doavam produtos cultivados em suas terras, para servir de alimento para os pacientes.

Outro fator que merece ser evidenciado era o apoio que o Dr. Renam e os demais médicos do HSJA recebiam das irmãs de Jesus na Eucaristia. Além da ajuda oferecida aos pacientes, elas ensinavam o ofício de enfermagem às primeiras auxiliares da profissão. Fé e ciência caminhando lado a lado na busca de dias melhores.

Avançando consideravelmente no tempo, deparamo-nos com o início da década de 1990, bastante significativa para o Dr. Renam, quando o HSJA passou a dispor de 150 leitos, dez leitos de CTI geral, oito salas de cirurgia e quatro salas de parto. Também no início dessa década foi inaugurado o serviço de cirurgia cardíaca, com toda estrutura necessária. Nessa época também foi credenciada a Residência Médica em Cirurgia Geral, com três vagas. Dr. Renam vislumbrava a necessidade de formar especialistas no próprio HSJA.

O Dr. Renam realiza congressos em Itaperuna desde 1976, com convidados do Brasil e exterior. Desde 1990, ele realiza procedimentos ao vivo durante os eventos, ampliando o intercâmbio de crescimento científico entre o HSJA e demais hospitais.

Em 1990 participou do curso avançado para cirurgia laparoscópica em Dundde, Escócia, trazendo a experiência para o HSJA, onde iniciou o serviço de vídeo laparoscopia, hoje, considerado uma das maiores experiências do Brasil, realizando as cirurgias de vesícula, apêndice, tireóide, estômago, esôfago, intestino, coração, fígado, baço, útero, ovário e rim. Já no fim da década de 1990, Dr. Renam e alguns colegas de profissão foram para Pittsburg, Estados Unidos, onde permaneceu no maior centro de transplantes de fígado do Mundo, por quatro meses.

Ao longo das últimas décadas foram muitas as conquistas do médico Renam Catharina Tinoco e do HSJA, cujas histórias se fundem e se complementam. Também foram muitas as homenagens ao médico, merecedor de toda consideração, principalmente da classe médica. O site Itaperuna News fez uma primeira homenagem, tentando sintetizar a história dele. Este segundo texto, também uma homenagem, foi um simples relato, especificamente em torno da década de 1990, com o intuito de partilhar com os nossos leitores um pouquinho mais sobre o médico.

Ainda há muito a ser dito sobre Dr. Renam, afinal, são 50 anos dedicados à Medicina.

Como dito anteriormente, a história de Dr. Renam caberia perfeitamente em um livro. Nas páginas deste site, ficarão registradas um pouquinho da história desse filho querido de Itaperuna, através do Projeto Personalidades.

Quem sabe – no futuro – teremos a honra de contar esta história em um livro… Parabéns, Dr. Renam, pelo exemplo de profissional que é. Nós, itaperunenses, sentimo-nos honrados por elevar o nome da nossa cidade pelo Brasil e exterior.

*Este texto faz parte do Projeto Personalidades, idealizado pelo jornalista Eusébio Dornellas, com o intuito de evidenciar o trabalho de pessoas que contribuem significativamente com a sociedade, através de sua atuação profissional e/ou exemplos de vida.

EUSÉBIO DORNELLAS é escritor, jornalista profissional filiado à FENAJ (JP 31.162/RJ), assessor de imprensa, MBA em Gestão de Pessoas, pós-graduando em Comunicação Contemporânea e Relações Públicas, Bacharel em Ciências Contábeis. Responsável pela Agência Comuniqque (www.comuniqque.com) e os sites Itaperuna News (www.itaperunanews.com.br) e Facegol (www.facegol.com.br). É autor dos seguintes livros: ‘O beijo dos anjos’, romance; ‘Labirintos: a eterna busca do ser’, romance; e ‘O pontapé inicial para a vida’, infanto juvenil. Todos os livros foram adotados por instituições de ensino, inclusive, de nível superior.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um Comentário