Consórcio de veículos cresce em meio à crise brasileira

Consórcio de veículos cresce em meio à crise brasileira

1 2311
De acordo com Daniel Tinoco, diretor do Consórcio Realize, o consumidor entendeu que o consórcio é uma excelente oportunidade de negócio

Mesmo diante do cenário de crise instalado no Brasil, o setor de consórcio de veículos tem motivos para comemorar, afinal, o segmento fechou o último ano com alguns avanços em seus indicadores. E, comparado com o mercado automotivo (que registrou queda na venda de veículos), o consórcio tem demonstrado preferência por grande parte dos consumidores.

Segundo informações da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE), houve uma queda de 19,8% na comercialização de automóveis e comerciais leves em 2016, ficando abaixo de 2 milhões de unidades vendidas, algo que não acontecia desde 2006.

Já o segmento de consórcios de veículos apresentou crescimento, com a venda de 1,1 milhão de novas cotas durante o ano de 2016, um aumento de 10,2% em relação ao ano anterior. Essas novas cotas proporcionaram o crescimento das vendas no segmento de consórcios – veículos leves – fechando o ano com 3,38 milhões de consorciados ativos, superando em 5,6% o registro de dezembro de 2015.

Para Daniel Tinoco, diretor do Consórcio Realize, a procura por consórcios de veículos, mesmo diante da crise, demonstra que os consumidores estão atentos a melhores oportunidades de negócios. “A crise é preocupante, mas, o mercado não pode parar. E, os consumidores estão atentos a boas oportunidades. Comprar um carro à vista, por exemplo, demanda uma enorme quantia em dinheiro de imediato e, os financiamentos, apresentam juros muito altos. Diante desse cenário, o consumidor entendeu que o consórcio é uma excelente oportunidade de negócio”, destaca.

Na comparação entre estados, o consórcio de veículos leves demonstrou comportamento variado. No que diz respeito a números absolutos, por exemplo, o Estado do Rio de Janeiro apareceu em terceiro lugar, com 79.818 novas cotas vendidas, um crescimento de 1,3%. Ficando atrás de Minas Gerais, com 111.769, alta de 4,2%; e, São Paulo, com 324.356 novas cotas, tendo uma alta de 15,1%.

Ainda segundo Daniel, a expectativa para este ano é positiva. “Ainda não temos dados suficientes para traçar o cenário de 2017, mas, estamos confiantes. Aliás, precisamos estar confiantes, mesmo em momentos difíceis como o atual cenário do Brasil. Não podemos ficar parados de braços cruzados, lamentando, precisamos trabalhar e seguir em frente. Dessa forma, vamos contribuir significativamente com a nossa economia. A preferência dos consumidores pelo consórcio é algo que percebemos no dia a dia e, confiamos no crescimento do setor”, finaliza o diretor do Consórcio Realize.

Outras informações sobre consórcios podem ser obtidas através dos seguintes contatos: (22) 3811-0600 / 3824-6060 / 99794-0847 WhatsApp.

Informação e foto: Eusébio Dornellas | Agência Comuniqque – www.comuniqque.com

1 COMENTÁRIO

Deixe um Comentário