Orquestra Maré do Amanhã vai se apresentar gratuitamente em Itaperuna

Orquestra Maré do Amanhã vai se apresentar gratuitamente em Itaperuna

A Orquestra Maré do Amanhã, criada no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, vem ensinando crianças e adolescentes a produzir música clássica e vai se apresentar gratuitamente nesta semana em Campos dos Goytacazes, Macaé e Itaperuna.

A exibição do documentário e a apresentação da orquestra serão nesta terça-feira (21) em Macaé, às 15h; na quarta (22) em Campos, às 19h; e em Itaperuna, na quinta (23), às 15h.

A entrada será gratuita e a retirada das senhas vai ocorrer uma hora antes do espetáculo.

O projeto com mais de 3 mil alunos já se apresentou para o Papa Francisco e em palcos como o do Theatro Municipal do Rio.

A história do projeto é contada pelo documentário Contramaré, dirigido por Daniel Marenco, que será exibido dos teatros do Sesi nos mesmos dias das apresentações.

A orquestra foi fundada há oito anos por Carlos Eduardo Prazeres. Seu pai, o maestro Armando Prazeres, foi sequestrado e assassinado em 1999. Carlos Eduardo escolheu a Maré, local onde o carro de Armando foi encontrado, para dar seguimento ao trabalho do maestro, que defendia a música como ferramenta de educação e atuava em áreas vulneráveis do Rio.

Em 2017, o projeto foi convidado pelo Papa Francisco para uma apresentação na Sala Paulo VI, no Vaticano. Na ocasião, o grupo realizou uma pequena turnê pela Itália.

“A Orquestra é a resposta que damos à violência. Expondo todas as crianças da Maré ao poder miraculoso da música, esperamos, em pouco tempo, transformar a realidade da região definitivamente”, disse Prazeres.

G1

Foto: divulgação

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um Comentário