Paquetá realiza exames médicos para assinar com o Milan

Paquetá realiza exames médicos para assinar com o Milan

Lucas Paquetá realiza exames médicos na manhã desta quarta-feira para assinar com o Milan, seu futuro clube. O meia de 21 anos chegou cedo a uma clínica na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, acompanhado de dois médicos do clube italiano para passar pelo procedimento padrão antes que sua venda seja oficializada. Ele joga até dezembro pelo Fla e se apresentará a seu novo clube em janeiro de 2019.

Recentemente, Paquetá passou com sucesso por uma bateria de exames feitos pelo Flamengo. O Milan tem essa informação, mas optou por ele próprio fazer uma nova série com seus médicos para cumprir o protocolo.

O Flamengo monitora os procedimentos. O clube, por sua vez, segue sem se manifestar oficialmente sobre a negociação. Desde a noite de terça-feira, o GloboEsporte.com tem tentado, sem sucesso, contato com a diretoria.

A operação foi concluída na casa dos 35 milhões de euros (sem contar o bônus por desempenho de Paquetá). O Flamengo receberá 70% deste valor, montante que detém dos direitos econômicos do camisa 11- ou seja, cerca de 25 milhões de euros. Os outros 30% são divididos entre o jogador e a Brazil Soccer, empresa que faz a gestão de carreira. Serão cinco anos de contrato com o Milan.

Milan mais incisivo que PSG

Firme na decisão de contratar Paquetá, o Milan atravessou as conversas bem adiantadas com o Paris Saint-Germain e venceu a disputa. A proposta de ambos é similar: cerca de 35 milhões de euros mais bônus por desempenho. Pesou a favor dos italianos a forma incisiva de condução das conversas e uma possibilidade maior de aproveitamento de Paquetá.

A transação foi conduzida pelo brasileiro Leonardo, apresentado em julho pelo fundo americano Elliot, que conduz o clube, como diretor esportivo. Desde o primeiro momento, o ex-lateral-esquerdo, revelado pelo próprio Flamengo, colocou Lucas Paquetá como alvo com a aprovação do treinador Gattuso.

Com o encaminhamento do acerto com o PSG, inclusive com o lobby de Neymar junto ao jogador, o Milan oficializou a proposta e seduziu os rubro-negros. Fontes ligadas a alta cúpula do Flamengo revelam que o CEO Bruno Spindel foi responsável por definir os detalhes finais da transação, pessoalmente em Milão.

GloboEsporte (Cahê Mota e Raphael Zarko)

Foto: reprodução da Internet | Site Flamengo

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um Comentário