Authors Posts by Eusébio Dornellas

Eusébio Dornellas

9711 POSTS 47 COMMENTS

0 38

As Forças Armadas realizam nesta terça-feira, 20, uma operação na BR-101, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, em apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública. Há bloqueios na divisa com o Espírito Santo e também com São Paulo.

A ação tem como objetivo fiscalizar áreas estratégicas e estabelecer pontos de bloqueio, controle e fiscalização de vias urbanas nos acessos rodoviários.

Os militares estão vistoriando veículos, principalmente caminhões. Um acampamento foi montado às margens da rodovia na altura do km 79, em Ururaí.

Segundo informações oficiais do exército, as ações não fazem parte da intervenção militar na segurança do Rio. Elas são fiscalizações ligadas à Garantia da Lei e da Ordem, que está em vigor no Estado desde o ano passado. Um dos objetivos é reduzir o número de roubo de cargas.

As Forças Armadas também realizam uma operação nas divisas de rodovias da Região Serrana do Rio em apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública.

G1

Foto: Cleber Rodrigues/Inter TV

0 31

Um homem ficou ferido, após, o caminhão que dirigia, um Mercedes Benz, de cor azul carregado com madeira, ter se descontrolado e atingido uma residência na noite desta segunda-feira, 19, no Bairro São Félix, em Santo Antônio de Pádua.

O motorista contou que manobrava o veículo de ré subindo a rua, quando a “marcha não entrou” e os freios não funcionaram com eficiência. Com isso, ele se chocou contra a parede de imóvel logo abaixo.

O condutor foi socorrido por bombeiros ao Hospital Hélio Montezzano, onde permaneceu internado. Ninguém mais se feriu.

Rádio Natividade

0 28

ITAPERUNA, RJ – Um frentista de um posto de combustível em Itaperuna, no Bairro Cehab, acionou a Polícia Militar na tarde da segunda-feira, 19, para uma ocorrência de moeda falsa.

Segundo os agentes, o frentista informou que abasteceu uma motocicleta e que após o condutor, um homem de 39 anos se retirar do estabelecimento, ele constatou que a cédula de R$ 100,00 – utilizada para pagar o combustível era falsa.

Uma equipe da inteligência da Polícia Militar localizou o acusado que confirmou ter feito abastecimento, ter pago com o dinheiro, porém afirmou não saber dizer se a cédula falsa.

Os policiais vasculharam a residência do suspeito, um homem de 25 anos, e encontraram 58 pacotes de cigarro de procedência duvidosa.

Os envolvidos foram conduzidos à 143ª DP de onde o fato foi registrado e o caso encaminhado, juntamente com as partes para a Delegacia da Polícia Federal de Campos dos Goytacazes, onde o suspeito foi autuado e ficou preso para ser encaminhado à audiência de custódia da justiça.

Os pacotes de cigarro foram apreendidos.

Imparcial Notícias

Imagem: reprodução da Internet | ilustração

 

0 31

Nesta terça-feira, 20, por volta das 8h50min, o motorista que condizia uma carreta Mercedes Bens de cor branca, tombou no KM 32, da RJ 186. O motorista de 36 anos estava em Ibitiguaçu, distrito de Santo Antônio Pádua. O condutor teve ferimentos leves e foi liberado no local. Os Policiais Rodoviários Estaduais do Posto 18 BPRv registraram o acidente.

Com informações do blog do Adilson Ribeiro (Marcos Latino)

0 50

Bombeiros do destacamento 4/21 foram acionados por volta das 09h10min desta terça-feira, 20, para realizarem o resgate de uma mulher, que supostamente teria tentado se atirar do alto da ponte na Rua Vigário João Batista, ao lado fórum, na área central de Natividade.

Populares, no entanto, conseguiram contê-la até a chegada dos militares e da equipe de resgate do Hospital Natividade. Aguarde mais informações.

Rádio Natividade

0 55

Antes mesmo da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro ter sido aprovada pelos deputados federais e senadores — o decreto do Presidente da República tem efeito imediato — os militares do Exército Brasileiro já atuam em Itaocara e em Santo Antônio de Pádua, nesta segunda-feira, 19.

Por enquanto, cerca de três mil homens das Forças Armadas estabelecem pontos de bloqueio, controle e fiscalização de vias urbanas nos acessos rodoviários ao Rio, particularmente na BR-101, nas divisas ao Norte e ao Sul do Estado do RJ, além de trechos na região de São Gonçalo.

A Secretaria de Segurança do Estado (Seseg) especificou que as ações estão contidas no âmbito do decreto presidencial de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para ações em apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública, assinado em 28 de julho de 2017. O efetivo tem apoio de aeronaves e veículos blindados.

“Algumas vias e acessos nas áreas de operações podem ser interditados e setores do espaço aéreo poderão ser controlados, oportunamente, com restrições dinâmicas para aeronaves civis. Não há interferência nas operações dos aeroportos. As instituições envolvidas nas operações estão acompanhando e orientando, em tempo integral, os desdobramentos no Comando Militar do Leste, a partir das 17 horas de hoje, e no Centro Integrado de Comando e Controle, a partir das 5 horas do dia 20 de fevereiro”, esclareceu a nota.

No Noroeste, um comboio ficou posicionado na RJ-116, no entroncamento com a RJ-192, em Ponto de Pergunta, e outro na RJ-186, na divisa com Pirapetinga (MG).

Natividade com a Folha Itaocarense

Imagem: reprodução da Internet | Ilustração

0 197

ITAPERUNA, RJ – A recente apreensão de diversas notas falsas está preocupando comerciantes de Itaperuna, que devem ter a atenção redobrada.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornalismo da Rádio Natividade, algumas ocorrências do gênero, inclusive, já teriam sido registradas por empresários na 143ª Delegacia, que já instaurou inquérito para investigar e já identificou um suspeito.

As cédulas consideradas réplicas grosseiras, seriam na sua maioria, de notas de R$ 50 e teriam sido usadas na compra de produtos nos estabelecimentos.

Rádio Natividade

Imagem: reprodução da Internet | ilustração

0 60

Na noite de domingo, 18, um adolescente de 17 anos foi apreendido por crime análogo ao tráfico de drogas, no município de Santo Antônio de Pádua.

Militares do 36º BPM averiguavam denúncia anônima quando abordaram o infrator em via pública, encontrando com ele, 17 papelotes de cocaína, telefone celular, anotações sobre a venda de drogas, uma cédula de dólar, R$ 634 em dinheiro.

Levado até o plantão de área da 142ª Delegacia de Cambuci, o menor permaneceu sob os cuidados da Polícia Civil para posterior apresentação ao juizado.

Rádio Natividade

0 48
Imagem: reprodução da Internet | ilustração

O Itaperuna News disponibiliza neste espaço o conto ‘O sanfoneiro que tocou no inferno’, escrito pelo jornalista e escritor Eusébio Dornellas em 2002.

No modesto vilarejo de Vargem Alegre havia um homem bastante conhecido em toda região. Tratava-se de Hildebrando, um sanfoneiro famoso que em seus bailes e shows, contagiava toda a plateia, com um autêntico sertanejo de raiz.

Costumava dizer que tocava com a alma, pois, sua maior paixão era a música.

Tamanha era sua paixão pela música, que os relacionamentos amorosos nunca foram bem-sucedidos; algumas de suas amadas reclamavam que a sanfona estava em primeiro lugar, e que elas só viriam em terceiro. Terceiro?  Opa!!! E em segundo? Ah!!!  Em segundo lugar vinha a cachaça.

Além de ser um exímio sanfoneiro, era um grande apreciador da mais brasileira das bebidas.  Tinha por hábito tomar doses e mais doses de cachaça diariamente e quando fazia shows, aumentava ainda mais as doses.  Um de seus defeitos era desafiar a tudo e a todos, mas, isso ele só fazia em elevado estado de embriaguez.

Quando alguém era desafiado por Hildebrando, este alguém simplesmente ignorava o fato, por dois simples motivo: o primeiro, pelo fato de ele estar bêbado; e o segundo, a admiração que todos tinham por ele, pois bêbado ou não, quando tocava era capaz de chamar para si a atenção até mesmo de um canário belga.

Nunca encontrou ninguém que aceitasse suas provocações, então fazia desafios ao sobrenatural.  Com a sanfona ao peito e com uma garrafa de cachaça em uma das mãos, às vezes, era visto pelas ruas da cidade dizendo que se o diabo realmente existisse que aparecesse a ele, para que pudesse apreciar suas canções.

– O que toco é tão belo e tão bonito, que até o diabo ficaria de quatro – dizia Hildebrando, confiante em seus belos acordes.

Certa vez, ele foi convidado a tocar na festa de Bom Jesus. A ansiedade tomou conta do lugar, pois aqueles que tiveram o prazer de ouvi-lo, queriam novamente ter este privilégio, e os que somente conheciam sua fama, quase não conseguiam se conter.  Aquelas pessoas criaram uma expectativa muito grande em torno da festa, mas, para ele, era só mais um show.

Ao sair de casa com sua companheira inseparável, a sanfona, Hildebrando antes de pegar a estrada que o levaria para a cidade, resolveu dar uma pequena parada para tomar umas doses de cachaça.  Cachaça vai, cachaça vem, e ele começa a falar um monte de asneiras:

– Estou indo tocar na festa de Bom Jesus e gosto demais da conta da minha sanfona, é tudo que mais gosto de fazer nesta vida. Mais eu queria mesmo era tocar no inferno… Inferno? Será que existe o tal de inferno? Se existir, fiquem sabendo todos vocês que eu sou muito macho para ir até lá e tocar minha sanfona. Sou capaz de colocar um arreio no diabo, montar nele e enfiar a espora… Ninguém iria segurar o sanfoneiro Hildebrando – dizia sorridente.

Todos que estavam no bar já o conheciam e não deram muito crédito às suas palavras.  Malditas foram as palavras proferidas por Hildebrando, ele se arrependeria um pouco mais tarde do que teria dito.

Pagando a conta, saiu meio que cambaleando com sua sanfona nas mãos rumo à cidade.  Estava bastante frio naquela noite, pois o inverno já tinha chegado, o vento ‘assobiava’ fazendo com que a velha porteira rangesse sem parar; o frio ‘cortava’ até a alma, nem as doses de cachaça que ele havia tomado amenizavam o frio.

Quando caminhava em direção ao estábulo de um amigo que lhe emprestara um bom cavalo para que pudesse ir até a festa, eis que como num passe de mágica surgiram dois faróis em sua direção.  Era um carro… E que carro… Hildebrando só havia visto aquele tipo de carro na telinha do velho cinema; parecia um Ford Landau, de cor vermelha, conduzido por dois homens bastante afeiçoados de terno e gravata.

Estavam trajados de preto e um deles usava um anel de brilho muito intenso, brilho que fascinou o sanfoneiro.  Aproximando-se de Hildebrando, chamaram-lhe pelo nome e disseram:

– Gostaríamos que nos acompanhasse e tocasse em nossa festa, pois sua fama corre longe e estamos ansiosos para ouvi-lo – disse um dos homens.

Hildebrando se assustou pelo fato dos homens o chamarem pelo nome, mas, como realmente era conhecido em toda região relevou o fato.  Encantado com grande beleza e riqueza que estavam diante de seus olhos, não pensou duas vezes em aceitar o convite daqueles distintos cavalheiros, afinal, um deles, além de tudo, lhe oferecera uma boa quantia em dinheiro.

Entrando no carro, Hildebrando estava radiante e completamente extasiado, a esta altura não se lembrava mais da festa de Bom Jesus, também não perguntou em momento algum àqueles homens onde iria ser o baile.

O carro seguia uma interminável reta e ele ficou um pouco temeroso, afinal, nunca tinha visto uma estrada tão retilínea que parecia não ter fim, as cenas que observava pelo vidro do carro eram completamente diferentes de tudo o que já presenciara.

Durante a longa viagem em linha reta que fazia, Hildebrando, calado, notou que os dois homens raramente conversavam e quando o faziam, conversavam numa língua estranha.  Prontamente se acalmou: “está claro, com um carro desse, com estas roupas e falando uma língua que não conheço, estou indo tocar numa festa de estrangeiros”, pensou o pobre sanfoneiro sem saber o que realmente estava para acontecer.

Ao longe, avistou um lindo casarão todo iluminado, era algo indescritível e na medida em que admirava todo aquele luxo ele ia caindo em um profundo sono.  Quando voltou a si, estava em um grande salão de festas, com muitas pessoas em sua volta esperando que ele começasse a tocar.  Mais que depressa, pegou sua sanfona e tocou.

Suava como uma tampa de chaleira, pois era um calor infernal, suas roupas estavam todas molhadas… O frio que outrora o incomodava, parecia ter ficado do lado de fora do salão.  Ele começava a se sentir diferente naquele ambiente, olhava para os lados a procura dos homens que o contratara, para pedir algumas informações, mas, os homens simplesmente haviam desaparecidos.

Tocava e ao mesmo tempo observava o desenrolar da festa. Reparou que as pessoas conversavam e ele não as entendia, ficou encabulado com aquilo, no entanto, relevou o fato momentaneamente, afinal, os homens que o contratara também falavam outra língua.

A festa continuava e Hildebrando ficava cada vez mais desconfiado.  As pessoas eram pálidas e apesar de estarem numa festa tinham um semblante fechado e aspecto bastante tristonho; por mais que se esforçasse, não conseguia arrancar sorrisos e a costumeira empolgação da multidão. Somente dançavam e conversavam, pareciam que estavam sob grande opressão.

Apesar da indiferença, não paravam de dançar, o que pelo menos contribuía com um pequeno alívio para o ego do sanfoneiro.  Mesmo assim, queria sair daquele lugar horrendo o mais rápido possível, sentia em determinados momentos que suas mãos eram conduzidas por uma força estranha a sua vontade, tocava com os “dedos da morte”, parecia que estava com o demônio no corpo.

Lembrou-se, então, das malditas palavras que havia proferido antes de sair do bar.  Atônito a tudo o que estava acontecendo, de repente uma moça jovem aproximou e disse:

–  Hildebrando, o que fazes aqui?

–  Fui convidado para tocar nesta festa estranha, e não entendo nada do que se passa – respondeu, curioso por ver que uma pessoa falava a sua língua.

– Como sabes o meu nome e por que só você fala a minha língua?

A moça olhou no mais profundo de seus olhos e lhe disse:

– Você realmente não se lembra de mim, pois era um garoto quando eu morri. Sou sua tia Joana e falo sua língua porque você é de minha parentela… Aqui temos o costume de falar a língua dos mortos. Nós estamos no inferno e eu não queria que ninguém de minha família viesse para cá – respondeu a jovem moça, deixando o sanfoneiro apavorado.

Porém, seu tremor não fazia com que parasse de tocar e quanto mais apavorado estava, mais ele tocava e mais as pessoas dançavam.  Hildebrando já estava completamente dominado quando num ato de relance lembrou de toda a sua vida e clamando por misericórdia perguntou a jovem tia o que ele precisava fazer para sair daquele horrendo lugar.

 A tia lhe disse que soube que eles ofereceram certa quantia em dinheiro, e que quando o baile estivesse por encerrar os mesmos homens que o contrataram iriam oferecer o dobro para que ele continuasse tocando.

– De maneira nenhuma aceite o que te oferecerem, nem a mais nem a menos, só assim você conseguirá sair daqui. E mais uma coisa, nunca escarneça do diabo e muito menos de seu reino, o inferno.

Disposto a seguir o conselho de sua falecida tia, ao final do baile, quando todos ainda estavam dispostos a continuar com a festa, os dois homens se aproximaram de Hildebrando e lhe ofereceram o dobro do combinado para que ele continuasse a tocar.

Ele, já ansioso para sair daquele lugar recusou a oferta, dizendo que não aceitaria nem a mais nem a menos do que eles haviam combinado.

Indignados com a recusa de Hildebrando, os homens não insistiram, porém, um forte cheiro de enxofre surgiu em todo o salão de festa, era o anfitrião que acabara de se manifestar entre os presentes e diante dos olhos de Hildebrando.

Um homem bem trajado, aparentando uns cinquenta e poucos anos, trazendo em suas mãos uma espora e um arreio.  Era o diabo, parecia querer dizer algo para Hildebrando, mas não dizia nada, somente o olhava, observava todas as sensações do sanfoneiro e via, que ele realmente compreendera que tudo aquilo era real.

Naquele exato momento entendera que não era correto escarnecer e zombar do senhor das trevas.

Foi então que o próprio diabo ordenou aos dois homens de preto, que os acompanhasse Hildebrando até o carro.  Obedecendo mais que depressa, eles o levaram até o Ford Landau e Hildebrando, quando se deu por conta, estava chegando à festa de Bom Jesus, a cavalo.

Apavorado com o acontecido, não tinha resposta para as próprias perguntas.  Não sabia o que realmente acontecera, contou o fato para todos na festa.  Muitos achavam que estava bêbado, outros que ele estava louco.  Mas ele afirmava que realmente tinha tocado no inferno e que suas mãos tinham sido usadas pelo próprio diabo.

As pessoas que aguardavam o show com tamanha ansiedade tiveram que se contentar apenas com a presença de um homem apavorado que não falava coisa com coisa. Não houve show naquela noite.

Um único fato é certo…

Algo de muito estranho aconteceu com ele, pois daquele dia em diante nunca mais se ouviu falar no sanfoneiro Hildebrando. Ele deixou para sempre o instrumento que tanto amava e nunca mais desafiou nada, nem ninguém… Restou apenas a lembrança de um grande músico e a história que foi sendo contada de pai para filho sobre o ‘sanfoneiro que tocou no inferno’.

0 72

Uma lotérica foi furtada na madrugada desta segunda-feira, 19, em Travessão, distrito de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

Segundo a Polícia Militar, os criminosos fizeram um buraco pela parede em um terreno localizado atrás do estabelecimento. Ainda de acordo com a PM, os bandidos fugiram com uma quantia em dinheiro que não foi divulgada.

Nenhum suspeito foi detido e o caso está sendo investigado na 146ª Delegacia Legal de Guarus.

G1

0 61

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro vai implementar, na segunda quinzena de março, o projeto-piloto PMERJ Mobile, que permitirá que boletins de ocorrência sejam preenchidos em tempo real por meio de equipamentos como tablets e celulares.

O sistema – programa de computador concebido para processar dados eletronicamente – será utilizado inicialmente pelos policiais do 2º BPM, de Botafogo, que atende ao bairro e às localidades do Flamengo, Catete, Humaitá e Urca. Outras áreas serão contempladas a partir do mês de julho.

– Vamos realizar um teste de campo para depois ampliarmos o uso da ferramenta. Vamos evitar a utilização de papel, além de garantir mais agilidade ao preenchimento dos boletins, facilitando assim o mapeamento dos crimes e a atuação imediata do policiamento nestes locais – explicou o coordenador de Assuntos Estratégicos da PM, coronel Roberto Vianna.

O PMERJ Mobile será implementado até 2021. A ideia é que o sistema de preenchimento dos boletins de ocorrência atenda a todos os batalhões do estado. Quinze por cento do efetivo da Polícia Militar usará a ferramenta em 2018.

– Fizemos um contingenciamento de recursos e dividimos o projeto em quatro anos. Ele custou um total de R$ 800 mil – informou o oficial.

Tecnologia

A tecnologia vai agilizar a prestação do serviço, facilitando o preenchimento do boletim de ocorrência, antes realizado em papel e depois digitado no computador. A Polícia Militar calcula que o policial finalizará o preenchimento do formulário em, no máximo, 25 minutos.

O acesso ao banco de dados do Detran-RJ vai acelerar ainda mais a complementação dos dados.

– As informações entrarão automaticamente quando o policial colocar a placa do carro e/ou a identidade civil do cidadão – disse o coronel Roberto Vianna.

O sistema também vai permitir o acompanhamento da localização imediata do policial, por meio de GPS.

Os tablets serão usados por duplas em viaturas. Já os celulares serão utilizados por PMs a pé ou de moto.

Portal GRP

0 63

Um caso envolvendo som alto com perturbação de sossego terminou com a intervenção da Polícia Militar e o registro de ocorrência na 140ª Delegacia de Natividade no início da manhã deste domingo, 18, no Centro.

De acordo com um advogado de 52 anos, seu vizinho desde às 6h da manhã estaria com o equipamento em alto volume, atrapalhando seu descanso e da sua família.

Em depoimento, ela ainda acrescentou e que apesar de ter pedido amigavelmente que o mesmo fosse baixado, o homem de 45 anos se negou a fazê-lo, inclusive na presença da PM, que o conduziu até a distrital, onde o equipamento permaneceu apreendido para a realização de perícia.

O envolvido responderá em liberdade.

Rádio Natividade

Imagem: reprodução da Internet | ilustração

0 64

Um pedreiro foi preso em flagrante no início da tarde deste domingo, 18, depois de ter sido denunciado por agredir a companheira no interior da residência do casal, no Conjunto São José, em Cardoso Moreira.

De acordo com a dona de casa, de 49 anos, após beber, o homem de 51 anos, a teria atacado com empurrões e tentado enforcá-la, só não prosseguindo por conta da intervenção de um vizinho, que conseguiu socorrê-la.

O agressor que estava alcoolizado foi levado por policiais militares do 29º BPM até a 144ª Delegacia de área de Bom Jesus do Itabapoana, autuado em flagrante por lesão corporal decorrente de violência doméstica.

Não havendo pagamento da fiança, ele deverá ser conduzido até campos dos Goytacazes para audiência de custódia.

Rádio Natividade

Imagem: reprodução da Internet | ilustração

0 62

Dois elementos – um deles armado – assaltaram um posto de combustíveis na noite deste sábado, 17, no município de Miracema.

Eles teriam chegado ao local de moto, rendidos os dois frentistas, fugindo pela RJ 116, sentido ao distrito de Venda das Flores, levando cerca de R$ 150 que havia no caixa.

Militares do 36º BPM foram acionados e durante o rastreamento, encontraram a moto Honda Strada de cor azul, placa KML 5483, usada no roubo, abandonada às margens da rodovia, próximo da AABB do município.

Os suspeitos, entretanto, seguem foragidos e o registro seguiu para a 137ª Delegacia.

Rádio Natividade

0 135

Dois rapazes, de 18 e 17 anos, foram vítimas de assalto no final da noite deste sábado, 17, às margens da BR 356, na zona rural de Cardoso Moreira.

De acordo com os jovens, eles seguiam de bicicleta pela rodovia, quando na altura do quilômetro 87, próximo do trevo de acesso à São Fidélis, teriam sido abordados por elementos de um carro preto, de modelo e placa desconhecidos, do qual desembarcou um homem armado com espingarda e exigiu seus pertences.

No entanto o mais velho reagiu, sendo atingido por um disparo no pé direito. Os bandidos então fugiram levando um celular e um aparelho de som.

A dupla conseguiu pedir ajuda e o ferido, passou por atendimento no pronto socorro municipal de Cardoso Moreira, onde permaneceu em observação.

A Polícia Militar fez buscas, mas, os suspeitos não haviam sido localizados. A 148ª Delegacia de Italva registrou.

Rádio Natividade

Imagem: reprodução da Internet | ilustração

0 6935

ITAPERUNA, RJ – O Disque Denúncia Noroeste busca informações que levem à prisão do criminoso que assaltou uma loja, na manhã deste sábado, 17, na Rua Rui Barbosa no Centro de Itaperuna.

Segundo a PM, agentes foram acionados pelo serviço de emergência e quando no estabelecimento comercial, a vítima, uma mulher de 24 anos, disse que por volta das 11h40min, um homem – negro, alto, trajando camisa azul e branca (da Argentina), boné vermelho e bermuda escura entrou na loja, mostrou uma arma de fogo que estava enrolada em um jornal (que ele trazia nas mãos) e anunciou o assalto.

Segundo a vendedora foram levados R$ 140,00 em espécie e um celular LG (L7 – branco), o marginal tomou sentido Bairro Vinhosa. Imagens do circuito interno da loja mostraram o momento do assalto.

O fato foi registrado na 143ª DP que agora investiga o caso. Quem souber de alguma informação que possa ajudar na localização, captura e prisão do criminoso, deve ligar imediatamente para o Disque Denúncia do Noroeste (22) 3822-1177 e whatsapp (22) 998-601-177, onde o sigilo é absoluto e garantido.

Outras informações também podem ser passadas pelo serviço de emergência da Polícia Militar que é o (190) ou ainda ligando para o Plantão da 143ª DP em Itaperuna: (22)3822-0594 / 7700 / 7720 ou indo diretamente a Delegacia que fica Av. Cardoso Moreira, Nº 667 no Centro.

Imparcial Notícias

0 122

O corpo de um adolescente de 17 anos foi encontrado foi encontrado na manhã deste sábado (17) no Rio Itabapoana, em Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste do Estado. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Itaperuna.

O jovem foi encontrado por mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Campos dos Goytacazes. Segundo o Corpo de Bombeiros, o jovem desapareceu no rio no início da noite desta sexta-feira (16).

G1

Imagem: reprodução da Internet | ilustração

0 78

Um homem ficou ferido ao cair de carro em uma ribanceira na RJ-186, em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, na tarde deste sábado (17).

O carro ficou com as rodas para cima depois de atingir o portão de uma casa e outro veículo que estava estacionado, de acordo com a Polícia Rodoviária Estadual. A altura da queda foi de cerca de 5 metros.

O acidente foi na altura do quilômetro 25, próximo ao Bairro Alexis. O motorista foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com um corte na cabeça e foi encaminhado ao hospital na cidade. O caso foi registrado na 136ª Delegacia de Polícia.

G1

Foto: Polícia Rodoviária Estadual/Divulgação

0 62
Reprodução da Internet | Google

De posse de mandado de busca e apreensão, militares do 36º BPM vasculharam uma residência no Bairro Vila Nova, em Miracema e prenderam um suspeito.

No interior do imóvel onde mora um homem de 30 anos, os agentes encontraram 34 pinos de cocaína, uma bucha de maconha, além de R$ 1.510 em dinheiro, o revólver calibre 32 com seis munições e outras seis avulsas.

Levado até a 142ª Delegacia de Cambuci, responsável pelo plantão de área, o envolvido acabou atuado em flagrante, sendo posteriormente transferido ao sistema prisional.

Rádio Natividade

0 111
Reprodução da Internet (Google)

Morreu na tarde desta sexta-feira, 16, no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, o adolescente de 14 anos, alvejado no início da madrugada por tiros na cabeça no Bairro Carrapichão, em Miracema.

RELEMBRE

Adolescente de 14 anos é baleado na cabeça no município de Miracema

O clima segue tenso em Miracema, onde outra pessoa foi baleada. O crime aconteceu no início da madrugada desta sexta-feira, 16, em um conjunto popular no Bairro Carrapichão, na periferia da cidade.

De acordo com as primeiras informações, dois rapazes teriam se aproximado de moto e abriram fogo contra a vítima, um adolescente de 14 anos, que acabou atingido na cabeça. O jovem foi socorrido em estado grave ao pronto socorro municipal, estabilizado e transferido ao Hospital São José do Avaí, em Itaperuna.

Instantes depois do crime, militares da PATAMO II do 36º BPM realizaram buscas e detiveram a dupla suspeita e com eles, a suposta moto usada na tentativa de homicídio, além da arma, um revólver calibre 38 com seis munições deflagradas.

Eles seguiram para a 137ª Delegacia, que investiga.

Rádio Natividade